Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

O SILÊNCIO DE DEUS...

Imagem
Muitas passagens na Bíblia nos mostram claramente que o silêncio de Deus foi a melhor resposta às orações. Em outros casos, as respostas dadas mostraram não ser o melhor para quem as pediu.   Jesus – o Filho de DeusVamos começar observando a mais terrível e chocante oração não-respondida da história da humanidade: "Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?" (Mateus 27.46).Esse questionamento por parte de Jesus tem um profundo significado para toda a humanidade. Em primeiro lugar, porque revela que Deus realmente Se manifestou na carne: "evidentemente, grande é o mistério da piedade: Aquele (Deus) que foi manifestado na carne" (1 Timóteo 3.16). Além disso, ele também mostra que, de fato e de verdade, Jesus tornou-se 100% humano, estando inclusive sujeito à morte. Lemos em Filipenses 2.7-8:"Antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obedie…

RESTAURANDO A ALMA FERIDA...

Imagem
"A lei do SENHOR é perfeita e restaura a alma; o testemunho do SENHOR é fiel e dá sabedoria aos símplices" Salmo 19:7


          Falar sobre “restauração de feridas nas emoções” exige uma atenção maior além deste pequeno texto, e gostaria muito de explorar melhor este tema, entretanto, sabendo das limitações de espaço e tempo de cada um, pretendo levá-los a refletir sobre alguns aspectos importantes que envolvem nossa saúde emocional. Por isto, leia este texto com coração aberto para fazer um auto-exame e se dispor procurar ajuda de pessoas competentes que poderão lhe auxiliar no caminho da cura.           A principal necessidade do homem é ser amado e amar; poderia até dizer que é nesta ordem. Jesus nos amou primeiro, por isto o amamos. O amor é o solo firme da nossa personalidade. Temos a necessidade de nos sentir aceitos numa relação, aliás, fomos criados para sermos amados e amar a Deus, esta estrutura ou necessidade permanece intacta mesmo após a intervenção do pecado.  …

O PODER DA FÉ EM TEMPOS DIFÍCEIS

Imagem
Você se lembra das provas que fazia na escola? Como tinha de estudar bastante a matéria para conseguir notas boas? O propósito da prova era permitir que o professor determinasse quanto você sabia e, conseqüentemente, que nota merecia receber. Quanto mais você soubesse, maior seria a nota.As provas de Deus não são iguais às da escola. Em primeiro lugar, ele já sabe quanto nós aprendemos. O teste não é para ele. E para nós mesmos. Os testes de Deus nos ajudam a ver claramente o que temos feito. Ensinam-nos sobre nós mesmos e sobre ele. O teste em si é parte do nosso processo de aprendizado.Os resultados dos testes que Deus nos dá, dependendo de nossa atitude, determinam se seremos refinados como ouro ou se ficaremos duros e frios como aço. Não é necessariamente o que sabemos que conta, mas sim o que fazemos com o conhecimento que adquirimos. O que conta é como encaramos o teste.Nas provas de Deus, não recebemos nota. Ou somos aprovados ou continuamos repetindo a prova até que esteja cor…